FANDOM


Pégaso... Quantas vezes terei que repetir? Eu sou o Imperador da Morte.
— Hades para Seiya de Pégaso; Prólogo
Divindade
Deus do Mundo dos Mortos
Artigo sem imagem.
Nomes
Português Hades
Japonês ハーデス
Romaji Hādesu
Pessoal
Gênero Masculino
Aparições

01. Prólogo

Técnicas

Grande Eclipse

Galeria de imagens de Hades (4)

Hades é o deus do Mundo do Mortos e inimigo mortal de Atena. Sua desavença com Atena é devido a ela proteger os humanos, os quais Hades profundamente despreza. Espectros é o nome dado ao seu exército, e auxiliando-o estão também os Deuses do Gêmeos Hypnos e Thanatos.

Seus hospedeiros no século XX e XVIII foram, respectivamente, Shun e Alone.

AparênciaEditar

Após ter sido ferido em tempos mitológicos pelo Cavaleiro de Pégaso, Hades passou a guardar o seu corpo em um mausoléu para só voltar a usá-lo quando julgasse estar pronto para governar a Terra. Dessa forma, Hades escolhe o humano de coração mais puro na face da Terra para possui-lo enquanto o seu corpo mesmo permanece intacto.[1]

Embora seja um deus nocivo a Terra e aos humanos, os olhos de Hades são belos e puros.[1]

PersonalidadeEditar

Hades definitivamente odeia a luz, tanto que desejava através do Grande Eclipse alinhar os planetas de modo a encobrir a luz do sol de atingir a Terra. Hades repudia a violência, este sendo um dos motivos chaves desejar por um fim na espécie. Este último, provocou incontáveis Guerra Santas entre o deus e Atena, que apesar de saber dos males que os humanos geram, desejava protegê-los acreditando que estes poderiam mudar algum dia, o que Hades nem sequer desejava ouvir pois não crê no amor dos humanos.[1]

HistóriaEditar

No século XX, Hades teve como hospedeiro Shun, que ironicamente era um Cavaleiro de Atena. Ele desejava criar um Eclipse que impediria infinitamente que a luz do Sol iluminasse a Terra e consequentemente isto causaria o fim da vida dos humanos. Hades não ficou muito tempo em posse do corpo de Shun e seu espírito logo foi se refugiar no Elísio, sendo seguido por Atena.[1]

Após a destruição do Muro das Lamentações, Seiya de Pégaso, Shiryu de Dragão, Hyôga de Cisne, Shun de Andrômeda e Ikki de Fênix partiram até o Elísio e derrotaram os Deuses Gêmeos antes de chegar até Hades. Lá, eles e Atena finalmente conseguiram pôr um fim nos planos de Hades.[1]

EnredoEditar

Editar

No final da Guerra Santa de 1990, no Elísio, os Cavaleiros de Bronze despertaram suas Armaduras Divinas e Seiya de Pégaso desfere seu Meteoro de Pégaso em Hades mas é repulsado e cai. Hades subestima o poder dos Cavaleiros, comentando a superioridade dele como um deus e a condição deles como meros mortais. Shun de Andrômeda, Ikki de Fênix, Hyôga de Cisne e Shiryu de Dragão tentam socorrer Seiya mas também são arremessados pelo poder do deus.

Hades então clama que a Terra será dele, como Atena e seus Cavaleiros estavam impossibilitados de fazer qualquer coisa. No entanto, Seiya, jurando proteger Atena, se levanta e Hades comenta a obstinação do Cavaleiro. É quando ele de repente nota que conhece aquele humano de algum lugar. Há mais de duzentos e quarenta anos atrás, Pégaso era seu amigo, conclui.[2]

ApariçõesEditar

Nota: contam-se exclusivamente aparições em Next Dimension.

ReferênciasEditar

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 1,4 Mangá clássico de Saint Seiya
  2. Next Dimension: Prólogo, páginas 1-7

NavegaçãoEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória